segunda-feira, outubro 29, 2007

O Dom de Voar (trecho)


(...)
"O que é o medo das alturas, senão um temor de elevar-se com o Espírito? Temer os Céus é temer elevar-se à nossa Pátria; é um temor de retornar ao Lar Primordial.
Eu sempre amei os Céus, porque nele reconhecia minha casa, minha origem prístina. Sim, eu tenho saudades de Casa, dos Céus. Ainda menino, punha-me a observar o Céu Constelado da Noite, de negros mantos e perguntavam-me: 'o que vês no céu, menino, e nele te perdes?' A estes ignorantes curiosos respondia: 'Eu tenho saudades de minha casa. E não estou perdido. No Céu, eu me encontro...', e apontava-lhes o Céu. Pensavam que eu havia perdido o juízo. Contudo, nunca estive tão lúcido quanto nestes delírios celestes!"

Awmergin, o Bardo - in: "O Dom de Voar".


Fotografia: Carlos Barriuso Amo.

Um comentário:

Rerlyn disse...

Saudações.....simplesmente tocante tal texto.....me identifiquei bastante.....remete a algo bastante íntimo e direcionado em minha vida.....te encontrei por acaso e agora vjo pq....tens o dom da escrita....da mensagem....iluminado e bençoado sejas!!!