quinta-feira, outubro 12, 2006

Oceano Cósmico


Ah...! como amam os meus pés a carícia da grama dos campos escarpados!Como amo mergulhar no Oceano Infinito do Cosmo e dele extrair pérolas de estrelas!Quantas foram as horas sem-fim em que eu passei sem dormir e a contemplar as Estrelas Divinas? Já não me lembro mais. Porque perdia-me de mim mesmo e ficava em uníssono com minhas Irmãs Maiores. Eu as amo, Nocte, eu as amo com todo o meu Ser. Porque meu Ser é o mesmo que o Ser Delas. Eu também sou uma Estrela. A única diferença entre eu e Elas é que eu decaí e meu brilho divino encontra-se encoberto pela casca de carne que me reveste. Elas continuam a brilhar, felizes no firmamento, mas não têm Consciência de sua própria Divindade. Essa é a nossa diferença: Consciência.Cá estou, decaído, mas amando minha pátria Celeste, com os pés no chão e a cabeça nos Céus. Elas lá em cima, radiando, com seus olhos de luz voltados para nós.
Awmergin, o Bardo
Em: 18/09/2006

Um comentário:

Anja Selvagem disse...

Cada estrela dessas no céu é um sorriso seu... vc é muito especial. nesse Oceano Cósmico nos achamos, não é lindo?
bjo.