quinta-feira, março 24, 2011

Aproveita o dia, meu amigo!



Aproveita o dia, ó meu amigo!
Por que te preocupas com o dia de amanhã,
Se unicamente existe o hoje?

Vem, amigo meu, senta-te aqui, comigo,
à sombra desta figueira.
Tenho um odre cheio de vinho.
Aceitas um cálice?

Toma, amigo meu, sorve comigo
Este dom de deuses.
Levanta tua cabeça
Deixa os teus pesares. Alegra-te!

E que te faz preocupar com o dia
De amanhã, se o futuro não passa de bruma
E de uma fantasia?

Vem, ó meu amigo: bebamos
E deixemos o devir fluir.
Fala-me de teus amores.
Fala-me de tua amada.

Vem, ó meu amigo, gozemos
O dia de hoje, porque
Não tardará o dia
Em que pó seremos.

Que é o tempo?
Nada, além duma
Criação da mente.
Vem, ó meu amigo, sorve este cálice
Todo e não o negues fazê-lo.

Deixa que a ampulheta
Escorra suas areias e não
Te preocupes com este falso amanhã.
Goza, felicita-te, ama e sê!

Awmergin, o Bardo

Fotografia: "Awmergin, discípulo de Dionísio"

3 comentários:

Caio Cordova disse...

Muito bonito bardo, obrigado pelas palavras !

Chardoux disse...

É o meu lema sempre: Carpe Diem!!! =)

"NaahsComArte" disse...

Olá, adorei seu blog! Lindas palavras... Parabéns amigo, que sua influencia maravilhosa inspire a juventude e que também eles possam seguir teus passosstori!
Abs
Rozy