segunda-feira, dezembro 10, 2007

"A Consagração do Homem-Águia".


Meu amigo, meu irmão, tu me perguntaste se seria possível a um homem voar, levitar o seu corpo aos ares divinos sem o uso de ferramentas ou veículos construídos pela mão humana.
Pois eu te digo, irmão: para que o homem alce vôo na matéria ele tem de se utilizar da matéria também. Contudo, existe uma pequena parcela de homens capazes de voar utilizando tão-somente o poder de suas vontades, realizando aquilo que para o vulgo seria um "milagre". Todavia, eu te digo: a matéria é um estorvo e um pêso ao Espírito, que é alado por natureza e propriedade.
Melhor do que voar com o corpo - um fardo -, é voar em Espírito, livre das limitações próprias do mundo material.
Tu aspiras a ser um Homem-águia, então deverás aprender a deixar o teu corpo e voar com asas mais leves e sutis. Somente poderás ascender à Montanha do Ser quando tiveres total domínio sobre a magia da transformação e aprenderes a deixar de ser homem comum e medíocre. Terás de libertar-te de todos os grilhões que te prendem ao Vale da Vida. Então, terás dado o passo de liberdade ao teu verdadeiro EU.
Após libertar-te, deverás assumir a forma de Águia e bater tuas asas em direção ao cume da Montanha do Ser.
Lá do alto poderás vislumbrar a Luz sempiterna que emana de nosso Pai, o Sol Divino. Ele te banhará em uma catarata de luz e serás lavado do que ainda resta de impuro em ti. Assim serás consagrado na Confraria dos Homens-águia e poderás voar entre nós, pelos Céus do Infinito.

Awmergin, o Bardo - in: "O Dom de Voar", págs, 11 e 12.

Fotografia: Miguel Lasa

2 comentários:

nelson disse...

valeu bardo, li o texto, e como já avia lhe dito antes; a trancendencia é um estágio, gosto de ver registrares tuas idéias que representam sua relação com a realidade, continue companheiro filósofo no caminho do conecimento e sucessos.

Nita disse...

Hoje não sei se é feliz Natal ou feliz Capital o que devo desejar aos meus caros amigos... Fica para vc me responder o que devo dizer a vc nesta data.
Beijooooooooooooooos